Os 15 Hotéis Mais Assombrados do Mundo

Quando pensamos em férias, uma parte importante dos planos para um descanso perfeito é a escolha do hotel. Muitos turistas não são exigentes, procuram hotéis baratos e simples, outros já elegem algo mais luxuoso e especial.

Alguns turistas, contudo, que adoram aventuras optam por passar suas noites em hotéis assombrados. Se você é um destes turistas, siga lendo o artigo. Aqui temos um roteiro dos hotéis mais assombrados do planeta.

Façam suas reservas e desfrutem de noites horrorosas de fantasmas e corpos sem cabeça andando pelos corredores. Não se preocupem em dormir, os sons das correntes pelo chão e os gritos daqueles que já partiram acalentarão sua noite.

A lista é enorme, os hotéis estão espalhados pelo mundo inteiro, desde o norte do Canadá, até a ensolarada Austrália, passando pela Europa e algumas cidades da Ásia, como o Japão, por exemplo.

É possível dar uma volta ao mundo, num roteiro assombrado, convivendo com os fantasmas que habitam as noites de alguns hotéis famosos. Façam suas malas, aqui vamos nós!

Cassadaga! Imaginem um hotel com um nome desses. Você reservaria um quarto num lugar com um nome parecido com caçada humana? O nome é uma mistura de ossada com adaga. Uma receita para uma noite assombrada.

Nem mesmo Sydney, nos confins da Austrália, escapou da nossa lista. Lá você encontra uma parcela de fantasmas também. É que o hotel foi transformado de um antigo hospital onde muita gente morreu.

Além dos ruídos de portas batendo, algumas testemunhas dizem que é possível ver ainda algumas pessoas andando pelos corredores com o rosto desfigurado. Cruz credo!

A ideia de transformar um navio em hotel flutuante já não é muito boa. Agora, imagine se o tal navio já foi um hospital, onde muitas pessoas morreram na segunda guerra mundial. Alguns dos corpos das vítimas assombram os corredores do navio até hoje.

Na Inglaterra, encontramos hotéis onde pessoas pularam das janelas para cometer suicídios. Isso foi há mais de um século. Mas, testemunhas juram que algumas delas ainda vagam pelas dependências do prédio. No hotel Langman, por exemplo, fique longe do apartamento 333.

Nem mesmo um lugar conservador como o Japão ficou fora da nossa lista. Lá, num hotel famoso de Tóquio os hospedes reclamam quando são acordados no meio da noite por alguém que não está no quarto. É isso mesmo, alguém que não está lá, fisicamente!

Leave a Reply