ESTUPIDEZ! Os Saltos MORTAIS Que Saíram Errados e Terminaram MUITO MAL.

Às vezes me pergunto o que leva um ser humano a se colocar em situação de total dor e completo desconforto físico, tentando desafiar a lei da gravidade para alçar voo, sem asas de sustentação!

A premissa de que se tivéssemos que voar, teríamos nascidos com asas é absolutamente verdadeira e expressa a razão clara de andarmos em duas pernas, deixando o espaço do céu para os pássaros e as grandes máquinas voadoras.

Não podemos vencer a força da gravidade com nossa própria força física. Isso não é possível. Quando tentamos nos desprender do peso no solo, voltamos com mais força por causa da gravidade. A dor é insuportável e a estrutura óssea também sofre com as inevitáveis fraturas.

A regra do desenho humano é bem clara: Sem asas, não há voo! Saltar pode ser uma forma de alcançar alturas além das limitações físicas, porém o retorno ao início é sempre mais pesado.

Até agora falamos da dificuldade que o homem tem para voar. Quando dizemos voar, queremos dizer que não é possível vencer a lei da gravidade e nos posicionarmos no ar, sem peso e flutuar até que possamos completar o círculo de volta ao chão firme.

Mas, a nossa sequência está mostrando uma seleção de imagens de situações onde a pretensão de voar está demonstrada na tentativa de realizar saltos mortais. Realmente mortais!

Pois, se os saltos forem mal realizados a morte pode ser uma consequência desagradável. Mas, enquanto a morte não chega você vai sentir muita dor. Algumas fraturas surgem em situações bem parecidas com as tentativas que vemos nas imagens.

Além dos ossos que fraturam, a dor pode ser localizada numa parte da anatomia masculina onde causa um estado de profundo lamento! As mulheres podem não sentir a dor localizada, mas estão sujeitas a muito sofrimento também.

Divirta-se com as tentativas das várias pessoas que se deixaram filmar em práticas desajeitadas dos saltos mortais mais engraçados e estúpidos já vistos até hoje.

Quando quiser comemorar algum acontecimento que merece um salto de alegria. Descubra primeiro se você é capaz de executa-lo com precisão e sem dor alguma.

Nada mais desagradável do que a dor de não acertar um salto, provocar o riso em alguém que está assistindo e ter que aguentar a recorrência deste evento por muito tempo, por causa do registro em vídeo.

Da próxima vez, pense duas vezes. Mas, não tente saltar duas vezes!

Leave a Reply